01/11/2018

No ritmo do desenvolvimento de cada um

Em nossa Reunião de Pais, Familiares e Colaboradores de outubro, na na AMRIGS, recebemos a palestra gratuita de Marcos Flávio Marques Flores, Professor de Música da EMEEF Especial Profª Lygia Morrone Averbuck.

Marcos Flávio Marques Flores. Foto: Paula Moizes
Em suas aulas de música, Marcos disse trabalhar com três estímulos principais: a audição, o tato e a visão. Segundo ele, o audiovisual é uma ferramenta poderosa para aprender a se expressar musicalmente, por exemplo. Alguns alunos interagem muito melhor com o audiovisual do que apenas com o som.

Em relação ao tato, Marcos comentou que também desenvolve uma atividade em que os alunos e alunas constroem instrumentos musicais, que no fim do ano vão para uma exposição pra que todos possam apreciar.

Foto: Paula Moizes
O exercício que é mais executado nas aulas de Marcos são as rodas cantadas, em que não há hierarquia entre os participantes. Para o Professor, o mais importante não é que a pessoa saiba tocar no ritmo, mas o desenvolvimento de cada um. Para um jovem com Autismo que não se interessa em participar de uma roda cantada, por exemplo, acompanhar os colegas com movimentos de percussão - mesmo que fora do ritmo - já é uma grande conquista.

Foto: Paula Moizes
O palestrante ainda encerrou a palestra citando Paulo Freire, um dos mais respeitados pensadores na história da pedagogia mundial. Para Marcos, é preciso oferecer oportunidades diferentes para pessoas diferentes, e não oportunidades iguais, o que ele considera um erro. A aula de música deve ser um espaço democrático, destacou o Professor de Música.

Logo após o final da palestra, demos início a mais uma edição do nosso Projeto Abraço, um espaço aberto de acolhimento e troca de experiências entre familiares de pessoas com Autismo. Até o próximo encontro na AMRIGS, dia 01 de dezembro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário